Dispositivo é criado para identificar aglomerações em estabelecimentos

Dispositivo é criado para identificar aglomerações em estabelecimentos

A pandemia causada pelo coronavírus mantém parte da população em casa. Além disso, o governo ordenou o fechamento do comércio para reforçar o isolamento social. Porém, serviços essenciais estão funcionando normalmente. Mas como saber se o mercado, por exemplo, está lotado naquele horário?

Pensando em ajudar neste momento, a Milênio Bus, startup especializada em inteligência artificial e visão computacional para a contagem em tempo real do fluxo de pessoas em transporte público, adaptou o seu produto, e agora pode metrificar mercados, hospitais, farmácias e outros estabelecimentos.

O cofundador da empresa, Marcel Ogando, explica que um dos maiores problemas que a população enfrenta atualmente é ter que frequentar um local público sem saber se há muitas pessoas no mesmo lugar. “Trouxemos uma solução: o hardware, chamado Smartflow é instalado na tomada do estabelecimento, e ele é responsável por identificar a quantidade de smartphones ao redor em um raio de 15 metros”, explica.

Com a instalação do dispositivo foi possível criar a plataforma INAG (Índice Nacional de Aglomeração Geográfica). Basta acessá-la no link e digitar o nome do estabelecimento na ferramenta de busca. Após isso, a pessoa terá informações em tempo real sobre as métricas de aglomeração e a estimativa de distância da sua localização até o local escolhido. “Com a ferramenta podemos evitar a exposição de pessoas em locais muito cheios, antes de sair de casa”, acrescenta Ogando.

Danilo Alves

Danilo é jornalista formação com pós-graduação em Marketing Digital e Novos Novos Negócios. Trabalha no marketing digital da Bossa Nova Investimentos, o Venture Capital mais ativo da América Latina.