Filho Sem Fila é opção para facilitar saída das escolas

Filho Sem Fila é opção para facilitar saída das escolas

As aulas recomeçaram e, com elas, os intermináveis problemas para trafegar ao redor das escolas. E, claro, reaparecem, também, mães e pais desesperados com a demora para buscar os filhos. Ano após ano, essa situação não muda. Com o objetivo de agilizar esse processo, uma das investidas pelo BMG UpTech, a startup Filho Sem Fila, desenvolveu e disponibiliza um sistema de segurança e logística para a saída dos estudantes.

Criado em 2013 e lançado oficialmente em 2014, o Filho sem Fila permite reduzir em até 75% o tempo de espera na porta da escola ou procurando vagas. Atualmente, a ferramenta já está em mais de 180 instituições de ensino e mais de 50 cidades brasileiras, além de estar presente no Canadá e no Paraguai. São mais de 35 mil alunos e 55 mil pais cadastrados. Os resultados são tão positivos que a startup registrou um crescimento de mais de 30% em 2019, em relação ao ano anterior.

O aplicativo permite que pais de alunos, com seus smartphones iOS e Android, avisem à portaria, com antecedência de 10 a 15 minutos, que estão próximos ao colégio. Assim, a equipe da escola tem acesso, pelo próprio app, a fotos e documentos dos responsáveis pela retirada da criança. Confere de quem se trata e agiliza o deslocamento do estudante. Essa organização do fluxo de saída reduz a fila de carros à espera – em até 75% – e, consequentemente, o trânsito nesse horário.

Um dos criadores do aplicativo, Léo Gmeiner afirma que a solução é simples de instalar e requer poucos recursos de infraestrutura para o funcionamento padrão. “Buscamos inovar cada vez mais para que o Filho sem Fila seja um app completo para agilidade nas saídas das escolas e para a segurança de pais e alunos. O trabalho sério, com total foco no objetivo, nos colocou entre as 297 startups mais expressivas no mercado educacional em 2019, por agregar valor ao segmento”, destaca. O ranking é do estudo Liga Insights – EdTechs, que avaliou mais de 13 mil startups brasileiras.

No ano passado, a Filho Sem Fila também passou a monitorar o transporte escolar. “Além das crianças que vão a pé ou de carro, que a gente já cuidava, passamos a disponibilizar aos pais informações desde o momento em que a van escolar se aproxima do ponto de embarque. Assim, sabem que seu filho ou filha embarcou, acompanham, em tempo real, a localização da van num mapa e sabem quando a criança desembarcou. Com isso, aliado à funcionalidade de check-in na escola, a família tem total controle de todo esse trajeto”, esclarece.

Para 2020, a startup trabalha para ampliar as funções do aplicativo, aumentar o número de clientes e de cidades atendidas, além de expandir as fronteiras. “Queremos chegar nos Estados Unidos, por meio da nossa presença no Canadá”, completa Gmeiner.

Danilo Alves

Danilo é jornalista formação com pós-graduação em Marketing Digital e Novos Novos Negócios. Trabalha no marketing digital da Bossa Nova Investimentos, o Venture Capital mais ativo da América Latina.

Deixe uma resposta