Para o CEO da Evnts, Metaverso terá eventos digitais permitirá uma experiência mais real e interativa

Para o CEO da Evnts, Metaverso terá eventos digitais permitirá uma experiência mais real e interativa

Especialista do setor afirma que o metaverso abre um grande leque de possibilidade de aplicação para mercado de eventos sociais e corporativos

Nos últimos dias, um termo único vem se destacando no setor de tecnologia: o metaverso. Definido como um tipo de mundo virtual onde se reproduz a realidade através de dispositivos digitais e onde há interação entre os utilizadores, o metaverso é visto agora como o futuro da tecnologia e com infinitas possibilidades de aplicação, inclusive no universo dos eventos, sejam sociais ou corporativos.

Segundo Alexandre Rodrigues, CEO e cofundador da Evnts – startup que usa tecnologia para realização e gestão de eventos corporativos e digitais de ponta a ponta – o metaverso poderá também beneficiar de forma significativa o mercado de eventos, uma vez que possibilitará que tenhamos uma representação 3D de nós mesmos e participemos de uma forma totalmente nova em congressos, feiras, espetáculos, exibição de filmes, shows, etc. “Essa nova tecnologia sem dúvidas abre um mundo de oportunidades para o setor, a começar pela possibilidade de se criar eventos muito mais interativos e imersivos, onde o participante possa realmente entrar ‘de cabeça’ no conteúdo”, afirma.

O empreendedor avalia que, de certa forma, o enriquecimento da experiência online pode ainda potencializar a combinação do físico ao digital, hoje cada vez mais presente com a popularização dos eventos híbridos. “O metaverso abre portas para experiências antes inimagináveis, como, por exemplo, a simulação da proximidade física entre participantes presenciais e participantes online”, argumenta.

O CEO da Evnts reforça que a pandemia acelerou a Transformação Digital de inúmeros mercados, inclusive o setor de eventos. Até por isso, o desenvolvimento de novas tecnologias está ocorrendo de uma maneira muito rápida. “Os eventos digitais surgiram como uma alternativa extremamente viável para um mercado tradicionalmente presencial. Isso foi possível porque o setor se aprimorou e trouxe novidades interessantes como a utilização de halls e lobbies 3D, assim como o uso de realidade aumentada. A partir de agora, o metaverso tem um grande potencial para transformar e melhorar ainda mais a experiência nesse universo. Ainda não sabemos todo o seu poder de transformação, mas certamente podemos esperar grandes novidades no futuro”, conclui.

Danilo Alves

Danilo é jornalista formação com pós-graduação em Marketing Digital e Novos Novos Negócios. Trabalha no marketing digital da Bossa Nova Investimentos, o Venture Capital mais ativo da América Latina.