Termos técnicos: quais são os termos usados no investimento CCB?

Termos técnicos: quais são os termos usados no investimento CCB?

O que é venture capital?
O que é startup?
O que é evento de liquidez?

Existem muitos termos usados no investimento CCB (Cédula de Crédito Bancário) e isso, muitas vezes, pode gerar confusão.

É normal não ter conhecimento sobre todos os termos e expressões presentes no mercado de investimento em venture capital, mas, é preciso aprender as nomenclaturas para não perder a oportunidade em aplicar seu capital em startups.

Dicionário do investidor CCB Brasil

Que a Bossanova tem um novo modelo de investimentos você sabe, certo? A CCB Brasil é uma oferta bancária que abrimos periodicamente para que novos entrantes no mercado de investimentos possa investir em startups conosco. Você não investe diretamente nas startups, então não tem equity. O seu capital é uma Cédula de Crédito Bancário, ou seja, um título de dívida com a Bossanova que é atrelado a uma cartela de startups.

Se tornar um investidor é bem simples. Basta ficar atendo às datas em que a Oferta CCB está aberta a público, se cadastrar e investir seu capital. Mas, para saber quando você terá rendimentos, em qual mercado você está alocando seu dinheiro e quais os riscos e ganhos da operação é preciso ter conhecimento de alguns termos. Separamos os mais comuns para te explicar neste artigo.

O que é CCB (Cédula de Crédito Bancário)?

O termo principal para o dicionário do investidor CCB Brasil!

A Cédula de Crédito Bancário nada mais é do que um documento de formalização que atesta que um empréstimo de recursos, feito em um banco, empresa ou instituição financeira será devidamente pago.

Em primeiro lugar, Cédula faz a identificação de que é um documento. O Crédito se refere ao recurso, ou seja, o empréstimo que o devedor se compromete a pagar. Por fim, Bancário apresenta quem é o emissor da cédula, que podem ser os bancos e instituições financeiras.

Tanto pessoa física, quanto jurídica podem usar esse modelo de captação para seu projetos contanto que tenha uma instituição financeira autorizada como contraparte para fazer a emissão da CCB.

No caso da Bossanova, nós abrimos a oferta a público, para os que desejam investir seu capital. Temos o intermédio de uma instituição financeira para receber os recursos e emitir todos os contratos de formalização, e então, executamos o objeto do negócio: administramos e investimos o capital em startups.

O que é Venture Capital?

O termo Venture Capital – também conhecido como capital de risco – é referente a modalidade de investimento na qual recursos são aplicados em startups. Além de investir com o capital nas empresas de base tecnológica, em troca de equity ou participação acionária na empresa, ele fornece também o smart money, buscando sempre, o crescimento acelerado. O venture capital é formado basicamente por três frentes:

A empresa: organização que realiza o aporte em startups com a finalidade de proporcionar crescimento acelerado. Ex: Bossanova Investimentos.

O fundo: meio pelo qual as empresas investem nos negócios de base tecnológica. Ex: uma plataforma por onde as empresas realizam a captação, geralmente, uma instituição financeira.

Os admin: sócios e administradores da empresa, que fazem o objeto do negócio: o gerenciamento e o investimento do capital nas startups.

Diante disso, o capital de risco busca por empresas inovadoras que tenham crescimento acelerado e alta rentabilidade. Consequentemente traz o alto risco no investimento mas a possibilidade de ganhos agressivos.

O que é uma startup?

O termo startup que vem ganhando visibilidade no Brasil é uma palavra em inglês, sem tradução para a língua portuguesa. Esse termo se refere a empresas de base tecnológicas que estão em fase inicial de desenvolvimento, possuem soluções inovadoras e um grande potencial de crescimento.

Uma startup possui um modelo de negócio criativo e escalável, ou seja, é uma empresa que parte da inovação para propor soluções além de conseguir crescer sem aumentar seus custos proporcionalmente. Ela precisa ser ágil e dinâmica, produzindo um serviço que seja replicado e reproduzido de forma simples.

O que é smart money?

Traduzido do literal como “dinheiro inteligente”, o Smart Money é o aporte feito pelos investidores que além de aplicar nas empresas, contribuem com informações de mercado adquiridas ao longo de sua jornada empreendedora. O investimento é a junção de aporte de capital e mentoria.

O que é rendimento?

A primeira coisa que chama atenção na oferta CCB Brasil é o modelo de investimento: aplicar em empresas em fase inicial, que usam base tecnológica e tem chances de crescimento escalável. A segunda coisa é o rendimento e retorno que ela pode dar ao investidor.

Rendimento é referente ao valor que você receberá com o retorno financeiro do investimento realizado. Nesta parcela está fora de questão o capital investido. O rendimento é o lucro alcançado com a renda fixa e variável do título de crédito.

O que é exit?

Exit ou evento de liquidez se refere ao “ponto de saída” de uma startup. No título de crédito CCB Brasil da Bossanova ele acontece em três momentos:

  • Compra de startups: quando uma startup do portfólio CCB é comprada por outra instituição;
  • Compra da participação: quando outra instituição realiza a compra da participação da Bossanova na startup investida;
  • Oferta Inicial Pública ou IPO: quando a startup do portfólio faz uma ação de Oferta Pública Inicial, entrando na bolsa de valores.

Mais termos…

  • Capital investido: representa o valor que o investidor comprou de título de crédito;
  • Equity: porcentagem da participação acionária em uma startup.
  • Bullet: parcela única de pagamento no fim do prazo do investimento realizado.
  • Upside: rendimento além do investimento realizado. No caso da CCB o upside vem dos eventos de liquidez.
  • Portfólio: grupo de startups presentes na cartela de investimentos.
  • Write-off: prejuízo. O procedimento contábil de dar baixa a um determinado ativo de uma empresa.
  • Track record: histórico de desempenho da empresa, banco ou fundo de investimento.
  • Seed e pré-seed: estágio em que uma startup está (referente a valorização).
  • Corporate Venture Capital (CVC): um fundo criado por uma empresa para investir em startups e outros negócios. 

Conclusão

Apresentei a você, neste post, quais são os termos técnicos mais usados no investimento CCB Brasil da Bossanova Investimentos.

Ter conhecimento sobre as palavras usadas em contrato, prospecto e apresentação da oferta é extremamente importante para te dar segurança. Buscamos sempre a transparência das informações pois assim você sabe no que está investindo e nós administramos o capital com expertise na busca por altos resultados.

Na Bossanova, a oferta CCB Brasil é uma oportunidade para que novos entrantes possam investir em startups conosco. Ela tem uma proteção de capital com rentabilidade mínima (renda fixa) e um upside que vem dos exits das startups do portfólio (renda variável). Consequentemente te dá a garantia de risco controlado e possibilidade de ganhos agressivos.

Quer saber quando abriremos a próxima oferta CCB? Clique Aqui.